24 julho 2022

de : mim para: você

Faz duas semanas que nós conversamos.Aquela conversa foi disparado a pior e a mais traumática que tivemos nesses 1 e 5 meses que nós nos conhecemos.Eu nunca imaginei, que tudo terminaria daquele jeito.Sinceramente, depois dela, eu não quero trocar mais nenhuma palavra com você.Nunca mais.

A vida, Deus ou universo, ou seja lá o que chamam, sabe surpreender.A Fernanda de 16 anos, conversando sobre virgindade com suas amigas, jamais acreditaria, que perderia com você anos mais tarde.Sim, você que eu via como um garoto lindo, de voz sexy, impossivel de me olhar com outros olhos.Não acreditaria mesmo.Realmente não me viu naquela época, passando todos os dias por você a caminho da escola, no recreio ou em festinhas de rua e nem, 15 anos depois, conversando diariamente, se deitando com você em camas de motéis ou na sua própria cama.Jamais me enxergou.

Pra você, sempre fui a melhor versão de mim mesma.Menos grossa, mais carinhosa, mais paciente, mais legal.Pensando em você, usei as melhores maquiagens, comprei lingeries caras e usei os perfumes mais cheirosos e chiques que eu tenho.Me via no espelho, e pensava " caramba, tô realmente bonita! Acho que ele vai gostar".Você nunca notou.Nunca elogiou.Nem mesmo, na "primeira vez" em que nos vimos.Aliás,nesse encontro, foi quando eu reparei que você tem os olhos mais lindos que eu já vi em toda minha vida.A cor e a expressão mesmo.Verdes super claros, o apertar deles.Lindos, doces.Soa muito cafona o que eu vou dizer, mas a verdade, é que eu olharia para eles pelo resto da minha vida.Eu não sei se alguém já se encantou por eles, como eu sou encantada até hoje.Embora minhas amigas me digam o contrário, você é lindo de morrer.Olhos, cabelo, nariz, boca,cílios...Eu tenho certeza do que estou falando, porque todas as vezes que você pegou no sono , eu perdi longos minutos te olhando minuciosamente ,analisando cada detalhe do seu rosto.Paixão tem dessas coisas...Ou amor.Ou no fundo mesmo, eu sentia que aqueles momentos tinham prazo de validade.Fatalmente acabariam.E acabou mesmo.

Você não quer mais me ver.Deu todas as desculpas do mundo para isso.Dinheiro, depressão, falta de tempo...Só demorou para dizer que não queria mais, porque já estava ficando com outra.Uma amiga dos seus amigos.Mais nova, bem empregada, religiosa,estudiosa,mais interessante.Investe em bolsa de valores, gosta de trilha e ioga.Mora só.Bom que vocês podem economizar  em motél,né? Fora que ela mora pertinho de você.Querendo se ver, nem precisa gastar com Uber, só marcar uma caminhada e um açaí, que está tudo certo.

Sinto muita inveja dela.Muita mesmo!Eu queria muito morar no seu bairro.Sempre foi meu sonho secreto.Voltar a morar no bairro em que cresci e de onde nunca deveria ter ido embora.Queria muito ter ido ao seu aniversário, ter conhecido seus pais e seus amigos.Queria te ver toda semana, não uma vez ao mês.Queria muito ficar falando com você por telefone.Nem mesmo quando ficávamos, nos falávamos por ligação.Uma vez te liguei , mais para você ver a mensagem que te mandei ( te chamando para sair),e você recusou a chamada.E quando um dia desses você justificou a demora em me responder às 23:00 horas, dizendo que estava em ligação, eu entendi que a coisa entre vocês está séria mesmo, como nunca esteve comigo.Que inveja!

Dói, sabe? Não há, um único dia em que eu não pense no porquê de você ter me tratado como um objeto descartável. Por quê fazer de mim um segredo, até mesmo dos seus amigos.Já te perguntei se era vergonha e você me respondeu que não, que " só " estava gostando da " parada" misteriosa, pelo prazer que isso te causava.Prazer...uma palavra que me causa desconforto.Eu não passei de prazer momentâneo.Eu , que sempre me guardei, que me cuidei, que tive muito pudor pelo meu corpo,ser vista e ser tratada como uma vagabunda, uma amante, uma prostituta por você.Escondida em um quarto de motel, ou ser chamada para o seu, depois das 21 horas de frios sábados, onde não se tinha uma viva alma na rua, onde não havia testemunhas oculares que pudessem nos ver juntos.Como dói!

Dói mais ainda, lembrar disso tudo e chorar arrependida, de ter passado por tudo isso, na esperança de quê você mudasse de ideia, e me apresentasse ao mundo.Isso jamais aconteceria.Isso foi totalmente calculado por você.Sempre foi um plano seu, me esconder.E ler a confirmação disso, me rasgou a alma.Acabou com o fiapo de esperança que eu tinha de quê você não era um canalha, como psicóloga e amigas te chamavam quando se referiam a sua pessoa.Canalha...Algo que você não é e nunca foi com mulheres.E foi exclusivamente comigo.

Eu já me perdoei.Se topei todas essas coisas, foi por amor.Se eu voltasse no tempo, eu faria tudo de novo, porque não havia nada melhor nesse mundo que estar com você.Uma pena que " não rolou a mesma coisa comigo".Uma pena mesmo.Porque você perdeu muita coisa.Muita mesmo.Eu teria feito tudo pelo seu bem estar.Eu iria a qualquer lugar que me chamasse.Eu mudaria até de estado,país para te acompanhar.A coisa mais rara é encontrar alguém assim.Você teve e descartou.Não viu valor.Paciência...Quem sabe na próxima encarnação, eu volte a ser esta pessoa que se joga no amor. quem sabe...não acredito em reencarnação,mas vai que existe...Nessa vida, nunca mais.Boa sorte pra você e principalmente para ela.Amar você não é fácil.Nunca vai ser.


Ao som de: Leave The Door Open - Bruno Mars ,Anderson Paak


06 março 2022

Não sei o que fazer comigo mesma

 Desde o último post, muitas águas rolaram.Eu diria, água suja, esgoto.Porque nada de bom aconteceu.

Voltamos a nos falar, e como eu fui alertada, houve uma recaída.Um dia ele me disse que estava super mal ( crises de depressão) sozinho em casa e eu me ofereci para fazer companhia.Depois do trabalho,lá estava eu na casa dele.De fato ele parecia bem desleixado,cabelo grande, barba por fazer.Um pouco mais cheiinho, mas o mesmo cheiro, os mesmos olhos, o mesmo jeitinho que me conquistou.Claro que ficamos.E o dia seguinte, aquele vazio costumeiro.A novidade, é que eu achei que dessa vez eu estava no controle.Convenci a mim mesma, que já que ele se achava no direito de me usar, eu poderia usá-lo.Eu me lasquei lindamente,pois depois disso, eu o chamei para sair novamente e ele disse "não".Usou todas as desculpas do mundo, e todas elas caíram por terra, pois no fim das contas, tudo se resumiu em " não estou com vontade,desculpa qualquer coisa".É isso, o cúmulo da humilhação.

Teve o aniversário dele,algo que já era incômodo para mim, assim que ele pôs fim, no ano passado.Eu me martirizava o tempo inteiro, em saber que ele passaria com a tal menina que ele me trocou.A coisa entre eles foi tão feia, que nem se seguem mais.Daí que ficamos na casa dele, e eu imaginei que pudesse passar o dia com ele, ou a véspera.E Deus, este que não dorme jamais, entrou em ação.Quis agradá-lo e pedi para meu pai para tirar um perfume para " mim" no cartão dele.O cartão não passou, a compra não foi aprovada.Daí que dias depois, eu propus de sairmos no sábado para domingo, pois já imaginava que ele iria querer fazer algo com a familia no restante do domingo.Não quis.Inventou que "amigos vão invadir minha casa".Domingo, inventou a mesma desculpa, que "alguns amigos vieram aqui em casa".Fui stalkear o instagram deles, e vi a belíssima foto, de TODOS os amigos, até amigos de amigos que até onde sei, não são tão íntimos assim.O que me pareceu, foi que a coisa foi toda organizada.Ele sequer me chamou, nem como amiga.

Pensa que a coisa parou por aí? Ainda chamei pra sair de novo, pois na minha cabeça a humilhação ainda estava "razoável".Chamei pra sair no outro final de semana e ele disse com todas as letras, que não poderia mais sair nesses dias, pois estava marcando direto compromissos com amigos e só dava final de semana.Eu lembro que eu li aquela mensagem tantas vezes, que não conseguia acreditar.Ali estava bem nítido, que ele só me queria, quando não havia nada melhor pra fazer,pois eu também trabalho, e também só posso sair nestes dias.Claro que dias depois tivemos outra conversa e ele justificou que não queria mais me ver, pois não tinha mais vontade de transar naquele momento e que como está desempregado, não tinha dinheiro.Engoli em seco e segui com a vida.

O engraçado, é que ele seguiu puxando assunto, como se fosse um amiguinho.Até que chegou o final de semana do carnaval.Ele sumiu, e numa segunda feira, as fotos de uma trilha, onde pelos comentários, soube que foi ELE quem organizou.Novamente aquela sensação, de nem como amigo ele presta.Age pelas costas,com desprezo, falta de consideração, pois sabia que eu estava livre e poderia ter me chamado.

Não há mais o que dizer, nem pra ele, nem para amigas, nem pra psicóloga ( essa então não sabe de nada disso), para ninguém.Quem sabe das minhas dores, é Deus.Ele é o único,que conhece  meu coração, as lágrimas derramadas no travesseiro, a quantidade de vezes que o procuro online, e um crédito que não ouso gastar no cartão, esperando que um dia ele possa me chamar.A real é que estou doente.Eu vi um momento uma reciprocidade , me acostumei com toda aquela atenção, me apeguei, e quando ele caiu fora, vi meu mundo preto e branco, e não consigo resgatar as cores.

Eu sei que ele já tem outra.E isso é que me dói, pois já completou um ano desde que começamos a conversar, e até hoje não consegui olhar para ninguém.Eu não sei mais o que fazer comigo mesma.

16 janeiro 2022

Daquilo que ninguém pode saber...

 Daí que conversamos ontem.Como sempre, eu desobedeci a psicóloga e não te bloqueei e nem te excluí.Pior: puxei assunto.Vi você online e pensei " é só um meme de cachorro".Minhas amigas me matariam se soubessem disso, mas elas não precisam saber.

Você como sempre, foi um cara super educado.Riu, me perguntou como eu estava.Me disse também que estava insatisfeito com a vida.Que não conseguia arrumar emprego, que não sentia mais nada de amor por ninguém.Achei isso tão triste...Quer dizer, pode ser que seja mentira sua, papinho furado, mas eu sou trouxa, prefiro acreditar.

A verdade, é que essa porta está mais do que trancada.Você a trancou.A sua falta de interesse em mim, impossibilitou qualquer tentativa de romance.De compromisso, de lealdade, de amor...Segue me ignorando, quando digo que faria você feliz, que sou apaixonada por você.Segue fazendo vista grossa, quando digo que estou mal por não nos falarmos mais.Sua resposta é " não sou apegado".Pena, viu? Porque daqui a pouco terei um encontro com um rapaz que aparentemente quer algo sério.Se eu ver que é realmente verdade, talvez o que eu sinta de mais lindo por você, acabe.E é triste.

Eu faria tudo por você.Eu mudaria de estado, de país se você quisesse recomeçar do zero ao meu lado.Eu adicionaria seu sobrenome ao meu, mesmo achando que a combinação deles soaria cafona, já que somos pobres com sobrenomes estrangeiros.Eu teria quantos filhos você quisesse, desde que você fosse um paizão.Nada me faria mais feliz do que dormir e acordar ao seu lado.Olhar seus olhos lindos, todos os dias.E você nem pensa em mim...Lembrou de mim outro dia, por causa de um seriado.Um seriado do qual passei meses te convencendo a assistir, e você não quis.Assiste hoje, talvez por recomendação de alguém.Alguém esse, que talvez não te ame como eu.Alguém que até possa te amar e ser correspondida, mas jamais seria eu.Eu garanto todas essas coisas, já esse alguém...

Minhas amigas e psicóloga me esganariam também, se soubessem que eu te mandei agora à tarde, uma proposta de passar seu aniversário à beira da praia, em um desses quiosques.Sugeri que passássemos a noite inteira, até ver o sol nascer.E pela milésima vez, você me pôs para escanteio.O que é preciso fazer para eu entender que você não me quer, nem hoje e nem nunca? Por que você não me ama? Por que eu não consigo ser essas mulheres fortes e decididas que sofrem caladas, mas não se rebaixam a tipos de homens como você?   

Perguntas que jamais serão respondidas...

06 dezembro 2021

A tal da tristeza profunda

 Os dias tem sido tão difíceis...desde o último post, eu não consegui ficar bem, nem por um dia.Saber que fui descartada como um objeto, me corta a alma.Saber que nesse momento, o interesse, a euforia, o desejo dele, é por outra, me destrói por dentro.

Eu tenho me apegado muito à Deus e tenho ido à terapia regularmente, mas não tenho conseguido dar conta das sensações ruins.Acordo várias vezes à noite e me lembro dele.Acordo com o coração acelerado na maioria das vezes.Chego a passar mal, mesmo.Durante o dia, me lembro dos momentos em que estivemos juntos.Da minha euforia ao encontrá-lo, dos beijos, da química que só existiu para mim,das conversas interessantes...O curioso é que sou sempre assaltada por lembranças boas, as ruins o cerébro insiste em deixar guardado.A sensação de vazio quando eu voltava para casa, é muito difícil de eu lembrar e de realizar na minha cabeça, por exemplo.

Outra coisa que me dói, foram os últimos dias de contato com ele.Só puxava assunto comigo tarde da noite, perto da hora de dormir, para não render assunto mesmo ( e estando online há horas).As ironias quando eu perguntava sobre o dia dele,  saber que enquanto ele estava conversando/ficando comigo, ele já estava conhecendo essa menina.Eu sou incapaz de julgá-la.Eu já estive nesse papel um dia.O único sentimento que sinto por ela é inveja.Ele sabe fazer uma garota se sentir especial, viva.A foto dos dois mostrava bem isso, dava para perceber .Fora que finais de semana ele não tem ficado mais online durante o dia.Devem estar fazendo passeios maravilhosos juntos.Nada a ver com somente motéis, como fazia comigo.

Eu só quero saber quando isso minhas lágrimas vão realmente secar...

21 novembro 2021

Razões pelas quais ele jamais daria um bom namorado para mim

Primeiro motivo: Não gosta de mim.Nunca disse que sentia minha falta, nunca demonstrou euforia em me ver, nunca me fez me sentir especial.Nenhum elogio, nenhuma pergunta sobre minha vida, um desinteresse genuíno.
Segundo motivo:Só queria sexo.Bom, isso ele nunca escondeu.Mas podia pelo menos ser mais gentil, disfarçar mais.Me tratava feito um pedaço de carne.Era frio, nada carinhoso.Terminava o que ele tinha que fazer, virava e dormia.Não tinha abraço, cafuné, nada.Frio, frio...
Terceiro motivo: me passava desconfiança.Nunca confiei nele.Por isso minhas crises de ciúmes, por isso minha insegurança, que no fim das contas o irritou e fez com que ele se enchesse de mim.Muita amiguinha, muita curtida em foto de bunda, todos os dias seguindo gente nova ( mulheres).
Quarto motivo: estilo de vida diferente do meu.Ele gosta de viajar.Tem tempo e dinheiro para isso.Duas coisas que não possuo.Tem uma casa linda.Seus amigos são todos formados, com condições financeiras diferentes da minha.Eu jamais conseguiria me adequar, sendo pobre, tendo uma casa horrível, tendo somente o ensino médio completo.
Quinto motivo: frieza.Já fiz diversas declarações de amor para ele.Nunca correspondeu a nenhuma delas.Não que fosse obrigação dele, mas nunca se comoveu, nunca mostrou gostar de recebê-las.
Sexto motivo: me escondeu de tudo e todos.Nunca quis sair ao ar livre comigo e nem em lugares públicos.Nunca quis tirar uma foto

Por quê fiz questão de escrever todos eles? para me lembrar todos os dias.

O tal do luto

 Bem, desde que o cidadão pôs fim no que foi um relacionamento para mim e não para ele, eu me vejo às voltas com o desequilíbrio emocional.Choro em todos os lugares.Choro tanto, que me dá até dor de cabeça.

Fui  a psicóloga para entender o que está acontecendo comigo, e também na esperança dela me encaminhar para um psiquiatra ,para me receitar algum calmante para controlar esta choradeira.Em vão.Ela me disse que é perfeitamente normal chorar.Aliás me disse tantas coisas difíceis que fica difícil assimilar tudo.

Me disse que preciso bloqueá-lo das redes sociais e do Whatssap.Expliquei que não era para tanto, mas ela foi enfática " vc precisa sangrar tudo de uma vez".Resolvi ignorar essa dica e sabe qual foi o meu castigo neste mesmo dia,horas depois? Ver uma foto em que o cidadão estava muito bem acompanhado de outra.Sim, minhas desconfianças estavam certas.Até mesmo com a pessoa que eu desconfiava.Ele já está conhecendo outra.A historinha que ele me contou sobre não querer ninguém,sobre não querer compromisso sério, blablabá, era tudo mentira.Ele não queria era comigo.Na foto, estavam em um restaurante comemorando o aniversário dela,abraçados como um casal.Aquilo foi um golpe tão forte, tão brutal, que cheguei a ter meu coração acelerado e um pouco de falta de ar.Em menos de 1 mês em que ele me dispensou, ele já arrumou outra pessoa.

Lembrei do meu aniversário em que ele não fez a menor questão de me ver.Lembrei que nós dois não tínhamos uma foto juntos.Lembrei que nós dois ouvíamos a mesma playlist do Spotify sincronizada, e agora ele escuta com ela.Aliás, foi assim que eu descobri que essa menina estava na jogada.Em um belo domingo, eu olhei o perfil dele , e lá estava uma nova seguidora ( só eu e o amigo dele que seguíamos), e ele também a seguia.Ele está fazendo as mesmas coisas que fazia comigo.Talvez melhoradas,pois com ela realmente haja intenção de relacionamento.

Como dói.E sabe o que mais incomoda? o fato de saber que a culpa disso tudo foi minha.Desde o princípio ele me dizia que não queria compromisso comigo.Nunca mentiu, nunca fez questão de esconder.Até mesmo as atitudes,mostravam isso.Ignorei e achei que com o tempo ele fosse mudar, conforme ia me conhecendo.Não aconteceu.Fica agora aquele sentimento de " por quê não eu?" que ecoa nos meus pensamentos.Me sinto feia, desinteressante,chata, ciumenta demais, desvalorizada.Ele me viu como um nada.

Agora é viver o tal do luto.Realizar que ele é uma pessoa morta,alguém que nunca mais irei ver, nem falar.E não, não bloquei e nem excluí das minha redes sociais.Antes de cortar a amizade com ele, mandei um textão dizendo que era melhor darmos um tempo.Porque até mesmo depois do término, nós dois ainda mandávamos " bom dia!", a noite eu puxava assunto com ele, ou ele comigo.Disse à ele que não fazia mais sentido esse hábito, já que ele já tinha seguido a vida dele e já estava até conhecendo gente nova.Pedi desculpas por jogar nele meu desejo de ter uma pessoa ao meu lado e pelos ataques de ciúmes e cobranças.Escrevi também que ele era uma pessoa muito importante, e que jamais o esqueceria.E que, se ele um dia quisesse alguém para conversar ou sair como amigos , eu estaria aqui, mas que no momento eu precisava mesmo sair de cena.Ele agradeceu, pediu desculpas e disse que eu fui e sempre serei importante para ele e que eu também jamais serei esquecida.Não acreditei em uma só palavra, mas ok.Eu sou essa pessoa, que gosta de dar explicações e também de receber.

Não sei como vai ser daqui para frente, mas tenho que seguir.

07 novembro 2021

Todo carnaval tem seu fim

 Bom, a história finalmente acabou.E acabou porque ele pôs fim.

Tudo começou após a viagem.Durante a mesma, um dia antes dele voltar ,o mesmo postou vários stories e não respondeu minhas mensagens.Achei descaso, achei falta de educação, e desprovida de amor próprio, perguntei o que houve para ele não estar me respondendo.E foi mega seco e apenas disse que estava em um teatro e que depois falaria comigo.Só me respondeu no dia seguinte, com um textão mega ríspido, dizendo que ele não viajou para estar conversando por whatssap e que nem sempre me responderia na hora que eu mandasse mensagem.Chiou também, porque uns dias antes brinquei " cadê tá ficando com alguma paulista por aí?".Não gostou.Me expliquei, pedi desculpas mesmo sabendo que não tinha feito nada demais, e deixei rolar.

Acontece que depois disso, ele nunca mais falou nada sobre ficar comigo.Eu falava, ele desconversava.Chamei pra sair um dia, furou.Disse que não estava bem para sair, que estava com crise de depressão.Chamei no dia seguinte, primeiro inventou que a madrinha iria aparecer, depois que perguntei se não poderíamos ir à noite, foi até grosso em dizer " não vou sair porque não quero sair de casa".Ok.Na outra semana, chamei de novo e novamente ele deu a desculpa que até tinha um aniversário para ir, mas que a avó tinha acabado de fazer uma cirurgia na vista e que ele estava ajudando a mãe a cuidar dela.Sumiu! Com certeza foi a festa.Inventou no dia seguinte que teve um problema com o celular e por isso não ficou online em momento nenhum.Quando foi no feriado, sim, eu fiz mais um convite e ele recusou novamente.Deu mais uma desculpa que estava ocupado ajudando ao pai em uma obra no terraço de casa, blábláblá, e que não poderia ir.

Aquilo causou uma mágoa tão grande, que perguntei a real.Se fosse qualquer pessoa, nem perguntaria, mas eu gosto de saber os porquês.Ele disse que não estava no momento de ficar,que não estava querendo sair e precisava de um tempo para resolver pendências e que queria ficar na dele.Assim, eu acreditei, sabe? Realmente achei que estava passando da conta, e pensei se ele realmente não estava bem com ele mesmo.Chegou até comentar que dia 9 iria na psicóloga.Pois quando foi sexta, o lindão postou uma foto em um lugar onde dava pra ver o Corcovado e a Bahia de Guanabara,às 17:00 horas.Às 20:00 ficou online e depois não ficou mais.Comentei a foto, perguntei se estava tudo bem, e o mesmo me respondeu no dia seguinte.Ficou claro para mim, que ele não estava sozinho.Tanto que no dia seguinte, ele disse " tudo bem! só tirei folga do celular", e quando perguntei " tirou folga com quem, hein? e aonde?" ele se limitou em dizer " com várias mulheres".Sim, lá estava ele de saco cheio e agora até irônico.

Foi aí que resolvi me abrir completamente, tipo "vai ou racha".Falei dos meus sentimentos, que eu o amava, falei que não estava satisfeita com as respostas irônicas dele, e que gostaria de saber se realmente ele não queria mais ficar comigo e como foi que isso aconteceu, o porquê.E dessa vez ele disse a verdade.

Falou que percebeu que eu estava mais envolvida que ele, que ele não queria compromisso, que gostaria de conhecer coisas novas e que não queria ter a preocupação de estar errando ou não com alguém.Alegou que tive ações que não condiziam como ficante, e quando quis saber que ações eram essas, ele disse " ciúmes demais,rs".

Essa história no fim das contas, me mostrou inúmeras coisas a meu respeito e ao dele, mas a principal de todas, é que quando vc ama alguém e esse alguém não te corresponde,tudo o que você faz é demais.Tudo o que o outro faz, é de menos.A pessoa postar stories na cama com a legenda de " boa noite!", não é nada demais pra aquele que não ama.Para o apaixonado, é uma isca para interação com mulheres .Aquele que não ama, viajar com uma ex ficante por 4 dias, não é nada.Para a pessoa apaixonada, é falta de respeito, consideração, tudo o que machuca.Então não há o que ser discutido.Não há saída senão o término.E dou graças a Deus que tenha sido ele, porque por mais que tudo isso me machucasse, eu não seria capaz de pôr fim.

Eu só sei que estou sofrendo.Mesmo sabendo que ele não presta, que só quer pegação, que só me usou mesmo, que passou uma imagem e se mostrou outra pessoa, meu coração não entende.Choro de dia, choro a noite, no banho, na rua, no trabalho, mal consigo falar o nome dele.

Vejo vídeos de auto ajuda, e a maioria deles diz que tudo nessa vida existe uma razão, um porquê, e eu não consigo entender.Ele passou na minha só para me ensinar a transar? Só pra me ensinar a sofrer, me mostrar o quanto sou descartável? Passou para me mostrar o quanto sou frágil quando o assunto é amor? Não aceito, e digo mais: se eu pudesse voltar atrás, eu teria voltado.Eu esperaria perder minha virgindade com alguém sério, e que me desse valor.Não teria perdido minha sáude mental com alguém tão frio como ele, tão egoísta.Seis meses, se falando todos os dias.Seis meses ficando e a pessoa não sentiu nada! Nada mesmo.Sei nem o que dizer...

Bora catar esses cacos.